3 Curiosidades Sobre Revelações Realizadas em Laboratórios (Fotografia Analógica)

Curiosidades Sobre Revelações Realizadas em Laboratórios, um pouco de história da fotografia é sempre bom saber, não é mesmo?

Eu sou apaixonado por fotografia digital, mas gosto muito de saber como funciona tudo em relação a esta nobre arte, e um dos pontos mais fascinantes é o processo de revelação de fotografias (analógicas).

3 Curiosidades Sobre Revelações Realizadas em Laboratórios

Por anos a fotografia tem sido uma forma de imortalizar momentos importantes sob a forma de imagens, permitindo um registro da história não só individual e de famílias, como também da história do mundo.

Para ver um bom exemplo disso basta observar fotografias que marcaram a história e que representam uma parte de diversos acontecimentos importantes, como guerras e grandes construções, como a Torre Eiffel.

E se por muitos anos as fotografias eram algo físico para seguem guardadas em álbuns e porta-retratos, hoje elas são algo primordialmente digital, sendo armazenadas em computadores, HDs, pen drives e smartphones, de forma que hoje é muito mais fácil tirar uma fotografia do que era há 15 anos atrás.

Porém, a verdade é que, embora não seja um hábito mais tão comum, a revelação de fotos feitas em laboratório é algo que não só marcou a história da fotografia, como também é algo que ainda é bastante feito, principalmente por quem deseja obter o efeito único das câmeras analógicas.

E é exatamente pensando em tudo isso é que nós reunimos aqui uma pequena lista com um conjunto de curiosidades sobre as revelações que eram realizadas em laboratórios e que transformavam os negativos das máquinas nas belas fotografias que eternizam, momentos, histórias e lembranças.

Existe Uma Temperatura Certa Para a Revelação

A revelação feita em laboratórios é um processo muito delicado e que precisa ser realizado com meticulosidade para garantir que a foto seja revelada da melhor maneira possível e que não haja distorção de cores nem da imagem durante a realização do processo.

Dessa forma, um dos elementos que precisam estar em situação controlada são os químicos que são utilizados durante o processo de revelação. Isso porque eles devem estar em uma temperatura que pode variar entre 18 graus e 24 graus, sendo que o ideal mesmo é que eles estejam a 20 graus Celsius para garantir que a revelação seja feita da melhor forma possível.

Curiosidades Sobre Revelações Realizadas em Laboratórios sala escura

Ambiente Controlado (Sala Escura)

Da mesma forma que acontece com os químicos utilizados na revelação, o ambiente no qual o filme revelado vai secar também deve ser cuidadosamente controlado para que a foto não acabe estragando.

E dessa vez, ao contrário do que acontece com os químicos, a estufa que vai ser utilizada para a secagem do filme é bem quente, de forma que o ideal é que ela tenha uma temperatura de 40 graus para assegurar a secagem bem-feita do material.

Um Dedo Pode Estragar Tudo!

A revelação em laboratório é um processo que deve ser realizado com a utilização de luvas. Isso porque colocar o dedo no filme, principalmente no lado onde está a emulsão, pode estragar completamente o seu filme e manchar as suas fotos.

Tudo por conta da gordura e das digitais que existem no dedo, de forma que a utilização de luvas é fundamental, e ainda assim evitando pegar no filme, segurando sempre pela lateral de forma a evitar possíveis acidentes que acabem estragando o resultado final da foto.

Legal Não é mesmo? O Processo das Revelações Realizadas em Laboratórios é bem interessante! Este mundo da fotografia é realmente muito apaixonante!

Leia também: Qual o Melhor Curso Online de Fotografia Digital? Confira 3 Opções do Básico ao Avançado!

3 Curiosidades Sobre Revelações Realizadas em Laboratórios (Fotografia Analógica)
4.8 (95%) 4 votos